«aquela magia da música que vem do éter, é um hábito que se está extinguir (…) a rádio enquanto escuta caseira é um hábito que faliu e que nos fugiu, e não há maneira de voltar». António Sérgio in "Suplemento DN" de 08 de Julho de 2005

quinta-feira, 26 de julho de 2007

Produção radiofónica

Colocaram-me, via e-mail, o desafio de tratar assuntos relacionados com a produção radiofónica, porque a literatura existente em português é escassa e difícil de encontrar, já que são edições antigas. Na verdade, só conheço dois livros de autores portugueses que abordam o assunto: “Rádio: produção realização estética”, de Fernando Curado Ribeiro (1964) e “Telefonia”, de Matos Maia (1995). Duas obras de autores já desaparecidos. Há, ainda, o livro “Produção de Rádio: um guia abrangente de produção radiofónica”, do inglês Robert McLeish (2001), traduzido para português do Brasil.
Dado que esta é a minha área de actuação, e sendo, também, formador na área do áudio e da produção radiofónica, irei colocar aqui alguns textos sobre equipamentos radiofónicos, som, áudio (analógico e digital) e a sua manipulação em radiodifusão.

3 comentários:

Elca disse...

Espero entusiasmadamente pelos textos.

Anónimo disse...

NELLY FURTADO PASSA 24 HORAS NA 101.7 FM COIMBRA


A 101.7 FM, rádio da área metropolitana de Coimbra, vai dedicar 24 horas da sua emissão a Nelly Furtado. Durante esta produção exclusiva, que tem início às 7 horas de sábado, a estação promete passar, sem interrupções, todos os êxitos da artista luso-canadiana, que nesse dia actua na Expofacic, em Cantanhede

Esta programação especial da 101.7 FM, que decorre entre as 7 horas da manhã de sábado e as 7 horas da manhã de domingo, é dedicada aos fãs da banda que vêm assistir ao concerto, permitindo que, antes, durante e após o concerto, todos possam ouvir, sem parar, mais de 300 vezes, Say it Rigth, Maneater, I´m Like a Bird, Força, Promiscuous, entre outros sucessos da cantora.

Pioneira neste tipo de actividades, A "rádio que toca ao coração" já desenvolveu, com grande sucesso, outras realizações deste género. Nomeadamente, quando os Rolling Stones actuaram em Coimbra, a 101.7 FM esteve 30 horas a "partir pedra" só com músicas da banda de Mick Jagger. Entretanto, no Dia dos Namorados, prestou tributo aos Xutos e Pontapés e durante 24 horas emitiu continuamente sons do grupo de Tim e Zé Pedro.

A 101.7 FM é uma "Hot Adult Contemporary", com centro emissor situado em Montemor-o-Velho – Coimbra, possuindo alvará de radiodifusão local há quase 20 anos. Actualmente, posiciona-se como a "rádio que toca ao coração" e tem uma postura interactiva, generalista e marcadamente local, desenvolvendo conteúdos e conceitos inéditos na telefonia portuguesa.

Em termos musicais, A 101.7 FM é " A sintonia do amor", apostando nas mais encantadoras canções românticas do passado e do presente e em sucessos musicais de qualidade, com particular incidência na moderna música portuguesa e anglo-saxónica. A informação local e várias rubricas temáticas completam a sua programação.

A 101.7 FM dirige-se ao público adulto e urbano, das classes média e alta, atingindo de igual forma homens e mulheres, que gostam de ouvir a rádio que toca as "músicas de todas as grandes paixões" desde os anos 80 até hoje.

No âmbito da publicidade, a 101.7 faz gestão de programação "Anti-Zapping". Assim, em todos os blocos publicitário só emite até seis spots consecutivos e nunca coloca anunciantes concorrentes.

Sintonizem a 101.7 FM e Verão que é uma paixão…Verão!


radio101.7@gmail.com

Anónimo disse...

Ainda...

GANZ, Pierre.
A Reportagem em Rádio e Televisão.
Inquérito, Mem Martins, sd.

GOMES, Adelino.
A Rádio: Suas características e relações com os outros
meios de comunicação ,
in PRAÇA, José. Jornalismo ao vivo. ENCOMEDI, Lisboa, sd.

LAVOINNE, Yves.
A Rádio.
Veja, Lisboa, sd.

PORCHAT, M. Elisa.
Manual de Rádio Jornalismo Jovem PAN.
Ática, S. Paulo, 1983.

Mas não abordam directamente a produção radiofónica. No entanto, acabam em algum momento por abordar um ou outro aspecto da produção. Há também outros livros e as teses de mestrado ou doutoramento, algumas abordando matérias de produção.

A lista aqui:
http://radiolab.com.sapo.pt/biblio.htm
já está desactualizada.

João de Sousa