«aquela magia da música que vem do éter, é um hábito que se está extinguir (…) a rádio enquanto escuta caseira é um hábito que faliu e que nos fugiu, e não há maneira de voltar». António Sérgio in "Suplemento DN" de 08 de Julho de 2005

quinta-feira, 21 de julho de 2011

FIM

Após algum tempo sem textos, decidi terminar com este blogue. Iniciado em 2003 em telefonia.weblogger.com.br, mudou em 2005 para o blogger como ouvidor.blogspot.com.

O "A Rádio em Portugal" surgiu como complemento do sítio "História da Rádio em Portugal" e veio colmatar um pouco o espaço deixado pelo site "Telefonia Virtual". Foram, entretanto, vários os blogues que surgiram dedicados ao meio, mas quase todos desapareceram.

Durante a existência do "A Rádio em Portugal" criei amizades com outros autores, por causa dele tive novas experiências profissionais, aprendi muito sobre a rádio, fiz vários cursos de formação profissional e concluí uma licenciatura. A partir de agora, darei total atenção à história da rádio portuguesa - um Mestrado perfila-se já este ano.

Não fecho a porta a um eventual regresso após o verão com este ou com outro blogue sobre rádio. Quero agradecer aos milhares de visitantes deste espaço os comentários e apoio dado. Um especial agradecimento para o Rogério Santos do blogue "Indústrias Culturais", que dedicou muito do seu tempo à rádio e à sua história, ao João Paulo Meneses - o "incentivador incansável" - e a todos os que me apoiaram nestes anos.

Obrigado.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

TSF Eleita Melhor Rádio Portuguesa

O jornal Meios & Públicidade distinguiu a TSF - Rádio Notícias  com o prémio de melhor rádio portuguesa. Os Prémios Meios & Públicidade distinguem a comunicação social em Portugal. este ano estiveram nomeadas a Rádio Comercial, a Rádio Renascença, a RFM e a TSF. Os vencedores foram escolhidos pelos assinantes da edição em papel do Meios & Publicidade, pelos subscritores da newsletter electrónica do jornal e por um júri.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Venha Festejar o Aniversário da TSF/Porto

Dia 1 de Julho, 6ª feira, a TSF comemora 20 anos de emissões a partir do Porto. Vamos assinalar a data com a conferência “Portugal Com Norte”, na Casa de Serralves.

De manhã, entre as 9h30 e as 12h30 debatemos “O Norte a Economia” e “O Norte e a Política”.

À tarde, entre as 14h00 e as 18h00 a discussão é sobre “O Norte a Cultura”, “O Norte e o Desporto” e “As Marcas do Norte”.

Inscreva-se gratuitamente através do email portugalcomnorte@gmail.com e fique depois para a festa que vai acontecer noite dentro, nos jardins de Serralves.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

A Rádio e os Jovens


Várias vezes foi dito neste espaço que a rádio portuguesa está de costas voltadas para o público mais jovem. Eventualmente existem algumas emissões em estações locais, mas na generalidade o número de horas dedicadas aos jovens é zero.

Precisamente sobre o tema da rádio para a juventude, o e-journal "Observatorio (OBS*)", do Obercom,  apresenta um trabalho de João Paulo Meneses intitulado "Os jovens e a rádio (em Portugal): Uma geração perdida?". Neste artigo conclui-se que, em 10 anos, a rádio perdeu 16% de ouvintes na faixa 15-17 anos e 8% nos 17-24. Os jovens de hoje serão os consumidores de amanhã e ignorar estes números pode trazer consequências para a rádio em Portugal, sobretudo para as rádios musicais dirigidas aos públicos mais jovens.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Livro Gratuito

Ainda existem algumas dezenas de livros "O Que Se Passa na TSF", para entrega gratuita - apenas pagam portes de envio.

No site dedicado à obra, o autor, João Paulo Meneses, explica porque está a oferecer os livros: "Nos últimos meses tenho recebido alguns pedidos de informação sobre “O que se passa na TSF”, mas por aquilo que percebi estará esgotado no circuito comercial livreiro. Contudo, estão na minha posse uns 300 livros que sobraram da primeira distribuição. Como também não os posso vender, enviarei o livro à cobrança dos interessados. Pelo preço das despesas de envio. Basta um e-mail com nome e morada".

É só visitar o sitio http://oquesepassa.no.sapo.pt/ e seguir as instruções.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Na Edição de Junho da Revista QSP

O número de Junho da "QSP - Revista  de Rádio e Comunicações" apresenta o artigo "Salvemos a Onda Curta" da autoria de Luís Correia, radioamador com o indicativo de chamada CT1FKM. 

Da minha autoria, esta edição da "QSP" dá continuidade ao resumo da história da rádio em "As Idades da Rádio Portuguesa" (parte 5) e um artigo técnico dedicado aos microfones, onde são descritos os princípios de funcionamento.

sábado, 28 de maio de 2011

70 Anos da Rádio Pública nos Açores


Passam, hoje, 70 anos da inauguração do Emissor Regional dos Açores da, então, Emissora Nacional de Radiodifusão. Fundado a 28 de Maio de 1941, o antigo Emissor Regional dos Açores, mais tarde RDP/Açores, é hoje designado como Antena 1 Açores.

domingo, 22 de maio de 2011

Petição Para Manter Emissões em Onda Curta na RTP


Circula na Internet a petição “Manter a onda curta RTP Internacional RDP Internacional”. Esta iniciativa visa impedir que, a partir de Junho, a Rádio e Televisão de Portugal (RTP) termine com as emissões em Onda Curta da RDP Internacional.

Ao atingir 5000 assinaturas, a petição será entregue no Parlamento para ser debatida e votada. Esta iniciativa teve origem em ouvintes que, no estrangeiro, ficarão sem acesso radiofónico ao que se passa em Portugal. De referir que a Rádio ainda é o único meio de contacto com as notícias e cultura portuguesas de muitos emigrantes e falantes da língua portuguesa.

O argumento da RTP assenta no pressuposto que existe um reduzido número de ouvintes; novas tecnologias, como a Internet; a distribuição de sinal de rádio e televisão por cabo e por satélite e - este não podia faltar, nesta altura - os elevados custos de manutenção.

É certo que os custos de manutenção de um emissor de Amplitude Modulada não é barato. Mas é uma pequena parte se comparada com os gastos astronómicos da Televisão. Quanto é a percentagem da taxa audiovisual que cabe às emissoras radiofónicas da RTP? Cada contador de electricidade tem associada a taxa que financia o serviço público de rádio e televisão. São € 2,25 (mais IVA) na factura da electricidade. multipliquem isto pelos milhões de contadores de electricidade existentes em Portugal e vejam quanto dá por mês.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Fim do DAB em Portugal

A RTP decidiu colocar um termo à rede de radiodifusão sonora terreste digital (T-DAB), que utilizava desde 1998. É o fim do Digital Audio Broadcasting em Portugal. O switch-off será a 01 de Junho de 2011 (desde 2003 que se escreveu neste espaço que isto iria sucedder, amis cedo ou mais tarde).

Na realidade, à esmagadora maioria dos ouvintes portugueses a palavra DAB nada diz. A RTP mantinha as mesmas emissões de Frequência Modulada (FM) em paralelo com o DAB, os receptores eram extremamente caros. A manutenção da rede DAB portuguesa também tem custos e, sendo redundante da FM, não justifica a sua continuidade.

Após um periodo experimental na Europa, muitos países já desligaram o sistema. Até mesmo na Inglaterra, onde o DAB tem maior penetração o sistema está estagnado ou mesmo em recuo, já há algum tempo.

De referir que a aposta dos fabricantes sempre foi em receptores que para além da recepção digital, também incluíam recepção analógica. Já se desconfiava porquê.

sábado, 30 de abril de 2011

Uma Carta do Correspondente da TSF aos Finlandeses

Helder Fernandes é o correspondente da TSF - Rádio Notícias nos países nórdicos e sendo conhecedor da história comum entre a Finlândia e Portugal, enviou uma Carta Aberta aos Finlandeses, publicada no "Helsingin Sanomat", um dos periódicos de maior circulação na Finlândia. Esta carta passou despercebida a muitos em Portugal.

Aqui fica um excerto:

«Por mais corrupta que a sua elite se comporte, por mais desgovernado que o seu país ande, e por mais caloteiro que o seu Estado seja, os homens e mulheres comuns de Portugal, filhos e filhas e netos e netas daqueles que viviam há 70 anos atrás, sentem-se e são os reféns e vítimas inocentes de uma Guerra financeira que viram ser-lhes declarada contra os seus bolsos e carteiras, e que ameaçam as suas honestas e modestas poupanças. 

Mas não obstante confrontados nos agora tempos de hoje, em aparente insolvência e nas mais sozinhas de todas as suas horas, com o desespero e adversidade, eu estou confiante e seguro de que os Portugueses de hoje, mães e pais, agricultores, trabalhadores, padres e estudantes, e até mesmo crianças, de lés a lés naquele país se elevariam da consciência, a fim de mostrar os seus mais sinceros e genuínos sentimentos de nacionalismo e humildade para ajudarem e confortarem Finlândia e o povo finlandês, se alguma outra vez cataclismo ou desastre batesse à porta da Finlândia e iluminasse a ideia obscura da extinção da heróica nação Finlandesa, tal como aconteceu há sete décadas passadas».

O texto completo pode ser lido no sítio da TVI 24.

Obrigado Helder.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Contra o fim Das Emissões da RTP em Onda Curta

O blogue "A Rádio em Portugal" apoia totalmente o protesto do "Águas Turbas":

Em solidariedade com todos os falantes da língua Portuguesa espalhados pelo mundo, apelo a toda a gente que faça cair o número máximo de mensagens neste endereço contra o encerramento da emissão rádio através das ondas curtas, único meio de contacto com a língua mãe, de milhares de falantes espalhados pelo planeta.
Eles, nos, merecemos respeito, que poupem uns trocos nas mordomias, nos carros topo de gama, prémios, de directores, institutos e fundações de fachada, enfim poupem mas não na cultura porque comunicar é cultura.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

37 Anos Depois do Adeus

37 depois do adeus à ditadura do Estado Novo, temos novas formas de ditadura (chama-se FMI). Precisa-se outra revolução neste país. Mas uma que limpe toda a porcaria que existe no Estado.

Há 37 anos as emissoras radiofónicas portuguesas eram poucas. A radiodifusão fazia-se quase toda em Amplitude Modulada, já que eram escassas as estações que emitiam em Frequência Modulada. Escutava-se, principalmente, em Onda Média. Alguns escutavam emissoras estrangeiras em Onda Curta, mas com cuidado. As mensagens que o éter transportava podiam ser consideradas subversivas para a “liberdade" que os portugueses usufruíam na altura. Afinal havia um estado que cuidava do bem-estar dos portugueses. Dizia-nos «que filmes ou peças teatrais podia ver, ou não, que revistas e jornais podia ler, ou não, que países podia visitar, ou não». Ouvir rádio podia ser crime. Principalmente se fosse alguma emissora da Europa de Leste, ou a Rádio Liberdade, que emitia desde a Argélia. A rádio vingou-se na madrugada do dia 25 de Abril de 1974, com a Revolução dos Cravos.

A colaboração entre revoltosos e a rádio começa muito antes do dia 25 de Abril de 1974. Os contactos são feitos entre militares e jornalistas de várias emissoras, preparando-se tudo para que a revolução resultasse. 5 minutos antes das 23h, do dia 24 de Abril de 1974, na rádio Alfabeta dos Emissores Associados de Lisboa, o locutor de serviço - João Paulo Diniz - "lançou" a música "E depois do adeus" de Paulo de Carvalho. Era o sinal para as tropas avançarem.

Na Rádio Renascença a gravação do alinhamento, que viria a ser o sinal para o desencadear das operações, foi feita na tarde do dia 24 de Abril, por Leite de Vasconcelos, para ser emitida no Programa «Limite», que era realizado em directo, mas algumas partes eram previamente gravadas. Era numa dessas gravações que estava a «senha» - a primeira quadra da música «Grândola, Vila Morena», de Zeca Afonso. Passavam vinte minutos da meia-noite, quando a gravação foi difundida:

Grândola vila morena
terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti ó cidade

Esta segunda senha confirmou a primeira. A partir daqui todo o movimento era irreversível. O Rádio Clube Português é transformado no posto de comando do «Movimento das Forças Armadas», por este motivo a emissora fica conhecida como a "Emissora da Liberdade".Aos Microfones do Rádio Clube Português, Joaquim Furtado lê o primeiro comunicado às 04h26:

«Aqui posto de comando do Movimento das Forças Armadas.As Forças Armadas portuguesas apelam para todos os habitantes da cidade de Lisboa no sentido de recolherem a suas casas, nas quais se devem conservar com a máxima calma.Esperando sinceramente que a gravidade da hora que vivemos não seja tristemente assinalada por qualquer acidente pessoal, para o que apelamos ao bom senso do comando das forças militares no sentido de serem evitados quaisquer confrontos com as Forças Armadas. Tal confronto, além de desnecessário, só poderá conduzir a sérios prejuízos individuais, que enlutariam e criariam divisões entre portugueses, o que há que evitar a todo o custo.Não obstante a expressa preocupação de não fazer correr a mínima gota de sangue de qualquer português, apelamos para o espírito cívico e profissional da classe médica, esperando a sua ocorrência aos hospitais, a fim de prestar a sua eventual colaboração, o que se deseja sinceramente desnecessária».


Bibliografia sobre a rádio e o 25 de Abril:

- Maia, Matos: Aqui Emissora da Liberdade. 1.ª edição: Rádio Clube Português, 1975 (esgotada). 2.ª edição: Editorial Caminho,Lisboa, 1999.
- Caldas, A. Pereira: Para a história da Rádio Renascença (1974-1975) Um barómetro da revolução. Radio Renascença / Grifo – Editores e Livreiros, Ldª. Lisboa, 1999.
- Ribeiro, Nelson: A Rádio Renascença e o 25 de Abril. Universidade Católica Editora. Lisboa, 2002.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

História da Rádio e Áudio na QSP de Abril

O número de Abril da "QSP - Revista de Rádio e Comunicações" para além do artigo sobre o período 1939 - 1953, da história da rádio portuguesa,  apresenta uma nova secção sobre Áudio.

Na nova secção da "QSP" abrange todos os temas relacionados com o áudio, podendo os leitores dar sugestões sobre assuntos que gostariam de ver abordados. A edição de Maio terá uma primeira abordagem aos microfones, por exemplo, e que terá continuidade.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Formação Gratuita Celebra Dia Mundial da Voz

No próximo dia 16 de Abril comemora-se o "Dia Mundial da Voz". A Fundação da Juventude, em parceria com a "Agência Voz-off®" promove uma formação que visa sensibilizar e alertar o público em geral para importância de cuidar e preservar a voz, bem como de educar e treinar aspectos conducentes a uma performance vocal mais bem sucedida e eficaz.

A formação decorrerá no Auditório da sede da Fundação da Juventude situada na Rua das Flores nº69 (Casa da Companhia), no Porto, entre as 16h00 e as 18h00 do próximo Sábado, 16 de Abril, uma sessão/aula teórico-prática de Técnica Vocal, inteiramente gratuita e aberta ao público em geral (limitada à lotação da sala).

A formadora é Ana Celeste Ferreira, cantora lírica, actriz, declamadora , professora e formadora na área da voz, do Canto e da Técnica Vocal. Nesta sessão de formação em Técnica Vocal, serão afloradas técnicas e procedimentos essenciais para a saúde e higiene vocais, mas também aprender a utilizar e a gerir a voz de modo mais eficiente.
Esta acção pro bono não se dirige apenas aos profissionais mais «óbvios» da área da voz (como locutores, jornalistas, radialistas, apresentadores televisivos, actores ou cantores), mas também a outros profissionais que diariamente dependem de uma performance vocal adequada para o sucesso (agentes comerciais, directores e administradores de empresas, professores, formadores, guias turísticos, intérpretes, speakers, operadores de call-centers, marketeers, relações públicas).

Mais informações: 220148446 / 916611131 / caixadevoz@gmail.com

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Audiências do 1.º Trimestre de 2011


Segundo dados do Bareme Rádio, da Marktest, em relação ao primeiro trimestre de 2011, ficam, assim, alinhadas as emissoras em termos de Audiência Acumulada de Véspera (AAV):



RFM – 14,6%

Comercial – 10,5%

RR – 8,6%

TSF – 4,4%

Antena 1 – 4,6%

M80 – 4,3%

Cidade FM – 4,2%

Antena 3 – 2,8%

Mega Hits– 2,8%

Rádio Sim – 1%

Antena 2 – 0,4%

Outras estações - %

Não sabe que emissora escutou - %

Em Portugal existem 8 311 409 potenciais ouvintes com 15 ou mais anos. Estes dados podem ser comparados com as audiências do 4.º trimestre de 2010 e com o período homólogo do ano passado.

terça-feira, 5 de abril de 2011

NRJ Regressa Ao Éter

A NRJ - Rádio Energia vai regressar por três dias, entre 15 e 17 de abril, com os membros fundadores à frente da emissão. A iniciativa visa celebrar os 20 anos da fundação da NRJ.

A NRJ existiu entre Abril de 1991 e Maio de 1996 emitindo para Lisboa, Porto e Coimbra. Em Junho de 1996 passa a designar-se por Energia Radical, mas um mês mais tarde muda de nome para FM Radical. Em Novembro de 1997, a Lusomundo (também proprietária da TSF - Rádio Notícias) encerra a estação que emitia em 92.40 MHz, em Lisboa e 90.00 MHz, no Porto.

Existe uma página no Facebook dedicada à emissão, que começa Às 07h do dia 15 de abril e termina às 24h do dia 17, podendo ser escutada em 105.40 MHz Cascais.

sábado, 2 de abril de 2011

75 anos da RR

A Rádio Renascença comemora este ano os seus 75 anos de existência. As comemorações da efeméride têm inicio no dia 10 de Abril de 2011 com a celebração de uma Missa de Acção de Graças no Seminário de Nossa Senhora da Conceição, em Braga, presidida por Sua Excelência Reverendíssima Monsenhor Rino Passigato, Núncio Apostólico em Portugal. A Missa será transmitida em directo para todo o país, através do canal Renascença.

No final da celebração, o Conselho de Gerência do Grupo r/com – renascença comunicação multimédia, presidido pelo Cónego João Aguiar Campos, irá prestar homenagem ao Fundador da Rádio Renascença com o descerrar de uma lápide, no jazigo onde se encontra sepultado Monsenhor Lopes da Cruz, em Faria (Barcelos).

Segue-se um almoço-convívio às 13h00, promovido pelo Clube Renascença. Pelas 15h30 terá início, no Auditório Vita, o espectáculo Mendes.come, com o popular actor Fernando Mendes à frente de um excelente elenco. O espectáculo realiza-se no Auditório do Seminário e deverá terminar pelas 17h00.

Braga foi eleita para marcar o primeiro grande momento destas celebrações, por ter sido uma das cidades onde germinou a ideia de erguer em Portugal uma rádio ao serviço da causa da fé e da identidade cristã.

sábado, 26 de março de 2011

A Rádio Tem Futuro

No sítio da Rádio Renascença, está disponível o texto  “Web will not kill the radio star.” Futuro da rádio passa pela Internet, da autoria de Pedro Póvoas sobre o que o futuro trará para a radiodifusão. Este texto surge na sequência da 2ª edição do "R@dio em Congresso/The R@dio Conference", no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, em Lisboa, e que terminou ontem.

«Todos se lembram, certamente, da famosa música dos “The Buggles”, “Video killed the radio star”. Há quem tenha alterado o refrão para “Web killed the radio star”. Depois de dois dias de debates no âmbito da conferência “Rádio em Congresso”, a opinião é unânime: a rádio está bem viva e tem mais sítios onde viver». 

quinta-feira, 24 de março de 2011

Rui Pedro Soares e Emídio Rangel Desentendem-se


Em caso de ruptura, falta saber o que acontecerá com a Rádio Europa Lisboa, pois a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) já aprovou a venda e a alteração do formato. Pela compra da emissora, já devia ter sido efectuado um primeiro pagamento, o que ainda não aconteceu.

terça-feira, 22 de março de 2011

Faleceu Artur Agostinho

Artur Fernandes Agostinho foi um homem da Rádio. Mas também dos jornais, do cinema, da televisão, dos livros. faleceu hoje aos 90 anos. 

Desde 1938, que colaborou com a Rádio Luso, Rádio Voz de Lisboa, Clube Radiofónico de Portugal, Rádio Peninsular, Rádio Clube Português, Rádio Renascença e da Emissora Nacional e, no Brasil, com a Rádio Globo. 

Artur Agostinho nasceu a 25 de Dezembro de 1920 e faleceu hoje, vítima de paragem cardíaca.

domingo, 20 de março de 2011

Vem Aí a Sudoeste TMN

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) aprovou a semana passada a alteração de projecto da Rádio Capital para Sudoeste TMN.

Com esta alteração é o fim da Rádio Capital, que ainda emite em Lisboa (FM 100.8 MHz) e Porto (FM 102.7 MHz).

Depois da Vodafone FM, da Media Capital Rádios, chega a Sudoeste TMN, da Luso Canal.

domingo, 13 de março de 2011

Na QSP de Março

Na "QSP - Revista de Rádio e Comunicações" de Março, destaque para a terceira parte de "As Idades da Rádio Portuguesa" (por Jorge Guimarães Silva), onde é analisado o período 1924 - 1939.

A "QSP - Revista de Rádio e Comunicações" é a única publicação em Portugal dedicada à rádio e é editada sem interrupções desde 1980.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Workshop de Rádio com Fernando Alvim

Depois da Restart, Alcobaça, Porto e Coimbra eis que chega a vez de Lisboa receber o já mítico workshop de rádio “Alô, Alô Dona Rosa!”, nos dias 12 e 13 de Março, dirigido por Fernando Alvim e destinado a todos aqueles que querem fazer rádio, que gostam de fazer rádio, que a ouvem e gostavam de a compreender para de algum modo emprestarem o seu talento. 

DATA: 12 e 13 de Março

HORÁRIO: Sábado e Domingo: 10h às 13h e das 14h às 19h

TOTAL de HORAS: 16 horas

VAGAS:
20

PÚBLICO-ALVO: Todos, mesmo os que têm voz de cana rachada. Aqui se ensina que a voz não é o mais importante, mas sim a atitude por detrás das cordas. O que se diz e como se diz.

OBJECTIVOS: Sair da sala de aula e começar a fazer rádio nem que seja nas colunas do hipermercado. Explicar como se faz a quem não sabe ou aperfeiçoar a técnica da coisa, que não é nada díficil.

CONTEÚDOS: Não haverá módulos nem mariquisses do género. Serão aulas corridas, com muita pratica para apurar a técnica. E poucas idas ao café que é para não perder tempo. Aqui se ensinará como colocar a voz e não forçá-la, como fazer na perfeição um intro-time, o que pode e deve fazer, o que não se deve nem pode fazer. O que é a rádio. Como se pode fazer um programa num instantinho e fazer figuraça para quem nos ouve.


FORMADOR: Fernando Alvim, radialista da antena 3. Faz rádio desde os 13 anos, estreando-se enquanto apresentador de programas infantis. Apresentou aí a “ Hora das traquinices” e o “Tapete Mágico” e é celebre o telefonema que o seu pai lhe fez em directo dizendo, e passamos a citar: Que era o papá que o estava ouvir!”. Com a sua afirmação de masculinidade praticamente destruída, Alvim recupera-a para sua felicidade quando ingressa no mundo dos adultos. Primeiro na Rádio Press, depois na Rádio Energia, Rádio Nova Era, TSF – tudo isto no Porto – e já em Lisboa, na Rádio Comercial e Antena 3, onde actualmente apresenta a prova oral, o programa mais ouvido em podcast de todo o grupo da Rádio Difusão Portuguesa – e Santo Alvim Moreira que apresenta juntamente com João Moreira e Pedro Santo. Alvim é igualmente director da Speaky.tv ( www.speaky.tv), Revista 365 (http://www.revista365.com/), organizador principal do Festival Termómetro (http://www.termometro-online.com/), Festival Alternativo da Canção, Monstros do ano e colaborador da Maxmen, noite.pt, Jornal Metro e Chick Intimate Cult. Alvim é autor do blog: esperobemquenao.blogspot.com. Com tanto para a fazer há quem diga que ainda tem tempo para ter vida sexual, mas obviamente que não acreditamos.



EQUIPAMENTO: Levem voz, ideias, caneta e um caderno.

LOCAL: Hotel Vila Galé Ópera | Lisboa

ORGANIZAÇÃO: Cego Surdo e Mudo – Produções Multimédia, Lda


Mais informações / Inscrições (130 Euros): 96 600 81 85

terça-feira, 1 de março de 2011

23 Anos da TSF

A TSF-Rádio Notícias assinalou mais um aniversário. Foi a 29 de Fevereiro de 1988 que as emissões regulares tiveram início. Nesta altura ainda no periodo das rádios livres. Mas a primeira emissão da TSF tinha sido efectuada já a 17 de Junho de 1984. Devidamente anunciada nos jornais, a transmissão durou quatro horas e nela escutaram-se mensagens de apoio ao movimento das rádios livres, incluindo uma do Presidente da República de então - Ramalho Eanes. A emissão tinha dois transmissores e apenas um foi detectado pelas autoridades.

Mas a história da emissora que hoje é uma referência no éter nacional teve inicio em 1981. Aproveitando o programa eleitoral do novo governo, que fala em reprivatizar a rádio, é constituída, em Março desse ano, a TSF - Cooperativa de Profissionais de Rádio, constituída por Adelino Gomes, Albertino Antunes, António Jorge Branco, António Rego, Armando Pires, David Borges, Duarte Soares, Emídio Rangel, Fernando Alves, Jaime Fernandes, Joaquim Furtado, João Canedo, José Videira, Mário Pereira e Teresa Moutinho.

Após ter vários proprietários ao longo dos anos, hoje a TSF faz parte do grupo Controlinveste.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Colecção de Receptores Radiofónicos

Em Vila Meã está localizada mais uma grande colecção de receptores de Telefonia Sem Fios. São mais de 2000 aparelhos, cujo mais antigo remonta a 1912. O proprietário desta vasta colecção é Victor Queirós, um empresário textil que tem gosto pela electrónica. A colecção começou a ser construída há 11 anos e agora é uma das maiores em Portugal e muito provavelmente no mundo. 

Existem outras colecções de relevo em Portugal. Para além do espólio do extinto Museu da Rádio, que agora está à guarda do  Museu da RTP, existem outras como a de Sansão Vaz (Valença), a de Manuel Silva (Vagos), a de António Augusto da Costa (Vila Nova de Tazém), a de António Maria Rodrigues (Gafanha da Nazaré), e, certamente, muitas mais existirão em Portugal.

De recordar que em Portugal existem muitos aparelhos que são, hoje, extremamente raros, pois devido à Guerra Civil Espanhola (1936-1939) e à Segunda Guerra Mundial (1939-1945) milhares de aparelhos foram destruídos nos países afectados por estes conflitos, o que não aconteceu em Portugal. 

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

45 Anos de "5 Minutos de Jazz"

O programa "Cinco Minutos de Jazz" está de parabéns, pois passam hoje 45 anos anos que o primeiro programa foi emitido na Rádio Renascença. Este é o segundo programa com maior longevidade da rádio portuguesa (o primeiro é "A Voz dos Ridículos", que fez 65 anos a 17 de Abril de 2010).

"Cinco minutos de jazz" é, desde 1993, transmitido pela Antena 1, da RTP. antes das 22h00 e das 04h00.