«aquela magia da música que vem do éter, é um hábito que se está extinguir (…) a rádio enquanto escuta caseira é um hábito que faliu e que nos fugiu, e não há maneira de voltar». António Sérgio in "Suplemento DN" de 08 de Julho de 2005

quinta-feira, 17 de abril de 2008

As Audiências do 1.º Trimestre de 2008


Ficam, assim, alinhadas as emissoras, em termos de Audiência Acumulada de Véspera (AAV):
RFM – 14,2%
RR – 10,3%
Comercial – 7,7%
TSF – 4,7%
Cidade FM – 4,7%
Antena 1 – 4,6%
Antena 3 – 3,5%
Mega FM – 1,8%
Rádio Clube – 1,1%
Best Rock FM – 0,6%
Antena 2 – 0,5%

Estes dados podem ser comparados com as audiências do 4.º trimestre de 2007 e com o período homólogo do ano passado.

10 comentários:

Anónimo disse...

quem é que disse que as sondagens valem o que valem? de qualquer forma, há dois resultados que deveriam merecer reflexão mais alargada: os do RClube e os da Antena 2.
Arriaga, Ouvidor.

Anónimo disse...

Os da antena1 e antena3 também merecem análise. Estamos a pagar rádio que têm resultados medíocres. Que vergonha! É só dinheiro e mais dinheiro e nada. Privatização jé nas rádios e nas tvs do Grupo RTP.
Já chega de tanta mediocridade e parasitismo.

Elca disse...

Bom, a TSF subiu bastante. O Rádio Clube está igual a si mesmo: desceu. Já agora meu caro "Arriaga, Ouvidor" Há um texto sobre a Antena 2 neste blog. O Rádio Clube nem adianta comentar.

NM disse...

cara elca, não percebo o porquê desse fel para com o Rádio Clube... é alguma ameaça para si?

elca disse...

Nâo, meu caro nm, não tenho absolutamente nada contra o Rádio Clube. Mas dizer que está igual a si mesmo, não é fel. É uma constatação do óbvio: "Foi muita parra e pouca uva".

BC disse...

Quero entender, minha cara elca,que quer dizer ocom "muita parra e pouca uva" que as promessas de subida das audiências do Rádio Clube não se concretizaram.
Gostaria de acrescentar algo: mesmo com a contratação de gente de outras emissoras (que deveriam trazer uma mais valia à redacção do RCP) as audiências continuam a descer. Mas as audiências da Antena 1 também desceram. Bom, estas duas emissoras contrataram muitos profissionais da redacção da TSF, que subiu nas audiências. Agora pensem o que quiserem.

vitoscano disse...

Bem o RCP só vale pela Ana Sousa Dias, o problema é que muitas vezes inclui por lá espaços sem muito interesse e aquela coisa de entrvistar a meio da tarde figuras do norte, julgo que eras ás 16h não achei piada nenhuma e eu que oiço raramente vivo em Castelo Branco onde até se ouve mal.De madrugada é igual a um antigo da RR com o mesomo apresentador inivar meus inovar. O programa da manhã é demasiado extenso, mas parbens pela hora da cultura das 11h as 12h e falta um programa em que os ouvinte possam falar com tema pré definido durante a manhã não aquela coisa que ouvi uma vez de tarde sem sentido nenhum podia ser para não ser á hora da concorrência das 12h as 13h. Os programas da tarde pois ai fazem bifurcações não são bem conseguidos especialmente o do Aurélio e da outra senhora e ninguem está interessado em programas de turtulia cor de rosa á tarde por favor, olhem para a TSF e Antena 1. O espaço músical das 23h é demasiada conversa que depois não deixa quase entrar as escolhas do convidado, escutei uma vez uma emissão com o Fernando Tordo de convidado e achei isso pois para entrevista de vida não é ali. Á espaços ao Fim de Semana que não funcionam como é o caso do programa do Paulo Ferreira de Melo ou Olhos nos olhos ou ainda fazem ao Domingo entrevistas políticas das 22h as 23h que raio de horário. Têm muito que mudar esta rádio se quer ser alternativa ao que existe.

Anónimo disse...

"... Bom, estas duas emissoras (RCP e Antena 1) contrataram muitos profissionais da TSF, que subiu nas audiências. Agora pensem o que quiserem."

Às palavras sábias e oportunas de BC apenas actrescento que muitos desses profissionais foram para as rádios do Estado, nomeadamente ajudar a enterrar ainda mais a Antena 2. Não era ela que há um ano tinha 0,7% de audiências? Este modelo não serve, está esgotado. E os seus responsáveis de braços cruzados a ver a TSF a subir! Conclusões? Que sigam o exemplo de Luís Filipe Menezes.

BC disse...

O problema está nos administradores, que contratam jornalistas e animadores e esquecem-se que uma emissão de rádio também se faz com outras pessoas. E o pessoal técnico? Operadores, sonorizadores, técnicos de som, etc.? É que uma emissão não brilha só com a voz. A sonoplastia é muito importante. Há que contratar bons profissionais que saibam o que estão a fazer. Há muito poucos técnicos de som que sabem realmente o que é a rádio. Contratar só os que dão a cara (a voz) é como o armani fazer um fato com linhas podres. Mais cedo ou mais tarde o fato desfaz-se.

Anónimo disse...

Obrigado Jorge, plo teu comentário.
Obrigado plo teu apoio desde a primeira hora.
Fico contente que a nossa TSF tenha subido.
Oxalá continue nesse caminho.
Grande Abraço

Pedro Miguel Costa