«aquela magia da música que vem do éter, é um hábito que se está extinguir (…) a rádio enquanto escuta caseira é um hábito que faliu e que nos fugiu, e não há maneira de voltar». António Sérgio in "Suplemento DN" de 08 de Julho de 2005

terça-feira, 30 de outubro de 2007

Programas de rádio em livros

Muitos foram os programas, rubricas ou excertos de programas radiofónicos, que passaram do éter ao papel, perpetuando, assim, momentos inesquecíveis de rádio.
Com edição prevista para Novembro estão “O Amor É” e “Linha Avançada” e “Caixilhos e Laminados” . Estes três títulos vêm juntar-se a outros, como “Pão Com Manteiga” ou “As Noites Longas do FM Estéreo”, pela mão da Texto Editora, que lançou títulos que foram êxitos de vendas como é o caso de “O Homem que Mordeu o Cão”.

1 comentário:

Elca disse...

A rádio ainda dá "pano para mangas", em termos de literatura. Curiosamente, ao ler aqui sobre As Noites Longas do FM Estéreo”,lembro-me de como a rádio podia "prender-nos" horas a fio a escutá-la, com programas de qualidade em que o equilibrio entre a palavara e a música era o ponto chave.